História da Empresa


A empresa que hoje é conhecida como CBRE tem suas raízes na Cidade de São Francisco de 1906. Por volta dos anos 1940, a empresa cresceu para se tornar em uma das maiores empresas de serviços imobiliários comerciais do oeste dos Estados Unidos. Nas décadas de 1960 e 1970, a empresa abriu o seu capital, expandindo tanto o seu portfólio de serviços quanto sua cobertura geográfica para se tornar um provedor de serviços completos com uma presença crescente nos Estados Unidos.  Na década de 1980, a empresa pertencia à Sears, Roebuck. 

O próximo grande marco de sua história se deu em 1989, quando funcionários e outras pessoas adquiriram as operações da empresa da Sears para formar a CB Commercial. Ao longo da década de 1990, a CB Commercial agiu de forma agressiva para acelerar o crescimento e desenvolver competências globais para atender às demandas dos clientes. A empresa adquiriu firmas líderes em gestão de investimentos (Westmark Realty Advisors - atualmente CBRE Global Investors, 1995), crédito hipotecário (L. J. Melody & Company, 1996) e gestão de propriedades e instalações corporativas, bem como de mercados de capitais e gestão de investimentos (Koll Real Estate Services, 1997).

A CB Commercial alcançou uma expansão global significativa com a aquisição em 1998 da REI Limited, o braço internacional da Richard Ellis, cujas raízes remontam à Londres de 1773.  Na época, a empresa mudou seu nome para CB Richard Ellis, ou CBRE.

Pouco depois, a CBRE anunciou a aquisição da Hillier Parker May & Rowden, com sede em Londres, uma das principais empresas de serviços imobiliários em operação no Reino Unido. Com esse avanço, a CBRE se tornou a primeira empresa de serviços imobiliários com uma plataforma para fornecer serviços imobiliários integrados - por meio de uma empresa de propriedade e de gestão coletiva - nos principais capitais de negócios do mundo.

Em 2003, a CBRE adquiriu o Insignia Financial Group e se tornou líder em serviços imobiliários em Nova Iorque e Londres.  Em junho de 2004, a CBRE concluiu uma oferta pública inicial e começou a negociar Ações Ordinárias Classe A na Bolsa de Nova York, e foi incluída no S&P 500 em 2006.

No final de 2006, a CBRE adquiriu a Trammell Crow Company para criar uma firma de serviços imobiliários com escala, escopo e ofertas de serviços sem precedentes. Em especial, a CBRE se tornou líder global na terceirização de serviços para grandes ocupantes, incluindo corporações, organizações de saúde e instituições do setor público. A empresa tem sido consistentemente classificada como a prestadora nº 1 de serviços de terceirização de imóveis pela International Association of Outsourcing Professionals.

Em 2011, a CBRE alcançou a liderança em outro segmento comercial fundamental, adquirindo a maioria dos negócios de gestão de investimentos imobiliários da ING Group, NV, com sede na Holanda. A aquisição criou uma empresa com aproximadamente US$ 90 bilhões em ativos de investimento sob gestão.  Naquele ano, a empresa também mudou seu nome para CBRE Group Inc, no intuito de melhor alinhar sua identidade com sua marca líder do setor.

Em 2013, a CBRE melhorou significativamente a sua plataforma de serviços de terceirização para ocupantes na Europa, com a aquisição da Norland Managed Services Ltd, líder em prestação de serviços de engenharia técnica de construção no Reino Unido e na Irlanda.

Em 2015, a CBRE adquiriu a unidade de negócios Global Workplace Solutions da Johnson Controls (JCI) - líder global em prestação de serviços integrados de gestão de instalações - fundindo-a com o atual negócio de Terceirização para Ocupantes da CBRE, para criar a empresa Global Workplace Solutions business (GWS) da CBRE. A receita total ultrapassou US$ 10 bilhões pela primeira vez. Além disso, a CBRE ficou em segundo lugar (em 500 empresas) em termos de crescimento financeiro e desempenho pela Barron’s.

Em 2017, a Forbes e a Fortune elegeram a CBRE como um dos melhores empregadores dos Estados Unidos quanto à diversidade e inclusão, e a Euromoney votou na CBRE como consultora imobiliária global do ano pelo sexto ano consecutivo.

Em 2018, a Fortune elegeu a CBRE como uma das empresas mais Admiradas do setor imobiliário pelo sexto ano consecutivo e a The Lipsey Company classificou a CBRE como a principal marca imobiliária pelo 17.º ano consecutivo. Além disso, a CBRE mudou seu símbolo na Bolsa de Valores de Nova York para "CBRE". A CBRE sobe para a posição de número 207 na lista da Fortune 500.


Cronologia da empresa


1773—William Ellis se estabelece como "vendedor de itens de segunda mão e propriedades e como avaliador", em Londres.  Alguns anos depois, contrata seu sobrinho, Richard Ellis, como seu aprendiz. A família Ellis administrou e expandiu continuamente a empresa até 1938.

1906—Colbert Coldwell fundou a Tucker, Lynch & Coldwell em São Francisco, CA.

1995—Aquisição da Westmark Realty Advisors. Expande recursos de gestão de investimentos, agora conhecida como Investidores da CBRE.

1996—Aquisição da LJ Melody & Co. Torna-se importante instituição e provedor de crédito hipotecário comercial nos EUA. Atualmente é conhecida como CBRE Melody.

1997—Aquisição da Koll Real Estate Services. Torna-se líder em gestão de propriedades e instalações.

1998—Aquisição das operações da Richard Ellis fora do Reino Unido. O nome muda para CB Richard Ellis. Atuação em 29 países. Aquisição da Hillier Parker no Reino Unido.

1999—A CBRE atua em mais de 250 mercados locais. A CBRE cria parceria com a Ikoma, estabelecendo a presença da CBRE no Japão.

2001—A aquisição de direitos de Administração leva a empresa para o setor privado.

2003—Aquisição da Insignia. Torna-se a principal prestadora de serviços do setor, com operações de destaque em Nova Iorque e Londres. Reúne a marca global CB Richard Ellis.

2004—A CBRE lança oferta pública inicial na Bolsa de Valores de Nova York como "CBRE". A receita supera os US$ 2 bilhões.

2005—A CBRE entra na lista da Fortune 1000, na posição 676 e é adicionada ao Russell 1000 Index de classificação de ações.

2006—A CBRE comemora seu 100.º aniversário. CBRE nomeada para a lista dos 500 ativos cotados pela Standard & Poor nas bolsas de NYSE e NASDAQ. Aquisição da Trammell Crow Company.

2007—CBRE nomeada para as 50 melhores Empresas Best in Class (BIC) [Melhores da categoria] pela BusinessWeek. A CBRE foi eleita como uma das 100 Empresas com Crescimento Mais Rápido da Fortune.

2008—A CBRE torna-se a primeira prestadora de serviços imobiliários comerciais incluída na Fortune 500.

2011—A CBRE adquire a operação de gestão de investimentos imobiliários do ING na Europa e na Ásia e sua operação de papéis listados na bolsa. A CBRE foi classificada a principal empresa de terceirização do setor imobiliário pela IAOP. Muda o nome para CBRE Group, Inc.

2012—A CBRE é a primeira empresa de serviços imobiliários classificada entre as cinco principais empresas de terceirização em todos os setores pela International Association of Outsourcing Professionals [Associação Internacional de Profissionais de Terceirização].

2013—A CBRE adquire a Norland Managed Services Ltd, líder em serviços de engenharia técnica de construção no Reino Unido e na Irlanda. A aquisição impulsiona negócios de terceirização de ocupantes na Europa. A CBRE foi eleita consultora imobiliária global do ano pela Euromoney pelo segundo ano consecutivo.

2015—A CBRE adquiriu a Global Workplace Solutions (GWS) da Johnson Controls. A GWS é líder em soluções de gestão de instalações integradas em nível mundial. A receita total ultrapassou US$ 10 bilhões pela primeira vez.

2016—A Forbes nomeou a CBRE como 15.ª Melhor Empregadora dos Estados Unidos.

2017—CBRE eleita pela Euromoney como a consultora imobiliária global do ano pelo sexto ano consecutivo. 

2017—A Forbes e a Fortune elegeram a CBRE como uma das principais empresas em relação à diversidade.

2018—A CBRE foi eleita a principal marca do setor pela The Lipsey Company por 17 anos consecutivos.

2018—A CBRE é eleita Companhia Mais Ética do Mundo pelo quinto ano consecutivo. 

2018—A Fortune elegeu a CBRE como a Empresa Mais Admirada pelo sexto ano consecutivo.