junho 3, 2022

Artigos


Do Dinossauro ao Digital: Um Guia Prático para Sua Jornada de Automação de seu Data Center

 
data center CBRE

Segundos depois que um consumidor online clica no botão de checkout, um pedido chega a um centro de distribuição de comércio eletrônico e uma série de tarefas automatizadas são acionadas: pegar o item do SKU correto, movê-lo para um ponto de processamento de expedição, preparar para expedição, carregá-lo em um veículo - tudo acontece com pouca intervenção humana.
No entanto, entre os cliques do consumidor e o atendimento do pedido, essas entradas e saídas passarão por um ou vários data centers. Para o consumidor, o data center é outra maravilha invisível da automação e da tecnologia moderna – conectando-os ao mundo, trazendo informações (e mercadorias) em velocidades recordes. Os data centers estão agora em uma encruzilhada, embarcando em uma transformação digital própria, fornecendo nossos serviços digitais onipresentes.

“Automação” é um assunto frequentemente observado em seminários e conferências de data center com discussões sobre robótica e data centers escuros em todos os canais. A indústria concorda que o futuro do data center está em um modelo operacional habilitado para automação. Assim como a automação reformulou a distribuição e a fabricação, também remodelará o data center. Esse futuro empolgante para nossa infraestrutura digital é inspirador e intimidador. Com uma demanda sem precedentes por capacidade e um enorme estoque de data center já operacional, como um operador pode ir daqui para lá? Como os líderes de data centers avaliam por onde começar? Que mudanças isso trará para pessoal, processos e custo total de propriedade (TCO)? Acima de tudo, como você pode trazer seu data center de hoje para um amanhã automatizado sem sacrificar a confiabilidade e o tempo de atividade?

A automação está derrubando os modelos operacionais por trás de muitos data centers e criando oportunidades incalculáveis para essa classe de ativos. No entanto, o resultado não pode ser alcançado da noite para o dia, pois cada data center terá um ponto de partida único na jornada, assim como cada equipe operacional tem uma atitude diferente em relação a aceitação do risco.

Com isso, a automação do data center se dará em cinco etapas.


Para conhecê-las, acesse o PDF e leia o relatório completo:

 

Serviços relacionados

A única empresa de Real Estate do Brasil com expertise em soluções de imóveis de Data Center.