Sustentabilidade e arquitetura: o Museu do Amanhã

Museu do Amanhã Santiago Calatrava Rio de Janeiro

Poucos arquitetos têm uma visão tão humanista e orgânica quanto o espanhol Santiago Calatrava. Seu trabalho tem se destacado mundialmente nas últimas décadas, e em 2013 seu projeto para o Museu do Amanhã, no Rio de Janeiro, deverá estar concluído.

Projetado para ser integrado à Baía do Guanabara, o edifício é projetado dentro do que há de mais atual em termos de sustentabilidade. O sistema de refrigeração usará as águas da baía, o material de construção será reciclado e haverá painéis solares para gerar energia.

Museu do Amanhã 02

“A arquitetura é um legado para o futuro. Um museu, por exemplo, não pode ser pensado apenas para nós, mas para os que dele vão usufruir mais à frente”, declarou Calatravas em palestra realizada em maio deste ano no Brasil. Assista ao vídeo de apresentação do projeto, onde fica clara a relação estabelecida entre o passado e o presente para a construção de um futuro onde o homem e a natureza possam conviver de forma integrada e harmônica.

Share:

1 comment

Deixar uma resposta