Investimento

Para a CBRE, Lisboa é logo ali

A CBRE, através da sua plataforma Cross-Border, oferece no Brasil um serviço exclusivo de aconselhamento sobre o mercado português.

Tal recurso foi desenvolvido com o objetivo de oferecer resposta às diversas solicitações de investimento no mercado luso, em especial, Lisboa. Empresas brasileiras como Embraer, Banco do Brasil, Oderbrecht e Camargo Corrêa, entre outras, já identificaram em Portugal o ponto de entrada para a Europa, reconhecendo as vantagens da proximidade cultural, a qualidade das infra-estruturas disponíveis e da mão de obra qualificada.

Além disso, na área de imobiliário corporativo, Lisboa hoje mostra uma atratividade singular devido ao momento atual de sua economia, que apresenta importantes desafios, mas também excelentes oportunidades de negócio.
Neste contexto, a CBRE Brasil, em parceria com a CBRE Portugal, identificou ativos prime, de escritórios e retail, com alto potencial de valorização. O impressionante programa de ajustes orçamentários levado a cabo nos últimos dois anos, com o pedido de intervenção da troika (União Européia e FMI), coloca Portugal na rota da recuperação econômica, em curto prazo.

Com efeito, recentemente o país regressou com êxito aos mercados, ao emitir EUR3bi de dívida a 10 anos. A OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico), bem como as principais agências de rating, apontam para uma recuperação econômica antecipada em relação ao previsto pela troika.

O mercado de escritórios de Lisboa conta com cerca de 4,5 milhões de m2 e apresenta uma taxa de vacância global de 12.9%, sendo a zona prime de 9%. Estes valores são considerados estáveis para este mercado.
Quanto ao mercado de retail, o primeiro trimestre de 2013 encerrou com uma ligeira subida do índice de confiança do consumidor (3MMA), que vinha demonstrando quedas contínuas desde 2009, perspectivando uma melhora no índice de retail já em 2013.

Trata-se de um mercado que nos últimos seis anos duplicou a sua oferta de retail para 3,5 milhões de m2, sendo o formato de shopping center a locomotiva do setor. Ao longo dos últimos anos, também se verificou uma interessante diversificação para formatos de retail parks, power centers e outlets, revelando a maturidade e sofisticação deste setor.

Graças à plataforma Cross-Border da CBRE, há uma estrutura local, através do escritório de Portugal, assim como um apoio direto e próximo do investidor brasileiro, no escritório de São Paulo. Consulte a CBRE para conhecer de maneira mais aprofundada este mercado e as excelentes oportunidades que ele oferece.

Share:

Deixar uma resposta