Desenvolvimento

Oportunidades CBRE RJ – O novo perfil de ocupação da região de São Cristóvão

De residência da nobreza para área industrial, a região de São Cristóvão está desenvolvendo um novo perfil de ocupação: o residencial. Mas o que causou essas mudanças através da história, que impactos alteraram este perfil é e quais as oportunidades de investimento que estão surgindo no bairro? São estas respostas que vamos apresentar neste artigo da CBRE Way.

Um breve passeio pela região da Quinta da Boa Vista é suficiente para revelar a história do bairro de São Cristóvão. No século XIX, ao ser escolhido para ser a residência da família real, a região recebeu iluminação pública e outras melhorias, atraindo as famílias nobres que então fixaram residência no bairro. No entanto, na década de 1940, após a inauguração da Avenida Brasil, a região observou um rápido processo de industrialização, consolidando-se como o maior bairro industrial da América Latina. Este processo contribuiu para a ocupação desordenada, influenciando uma mudança da classe média-alta para a Zona Sul da cidade e transformando a região em um bairro industrial nas últimas décadas.

Esta perspectiva inverteu-se nos últimos anos. Com a aprovação do Projeto de Estruturação Urbana (PEU) de São Cristóvão em 2004, diversos empreendimentos residenciais foram desenvolvidos na região. Com localização privilegiada devido à proximidade do centro da cidade, à boa oferta de transporte público (ônibus, trem e metrô) e áreas de lazer como Maracanã e Quinta da Boa Vista, São Cristóvão passou por grande valorização do ponto de vista residencial, tornando-se hoje um bairro com intenso desenvolvimento imobiliário.

“O Projeto de Estruturação Urbana favoreceu a ocupação residencial do bairro. Houve aumento do limite de altura das edificações e do índice de aproveitamento dos terrenos, sem a necessidade de pagamento de Cepac´s ou Outorga Onerosa para atingir o potencial máximo dos terrenos. Estes fatores resultaram em uma maior procura por parte de incorporadoras/construtoras”, comenta William da Silva Gil, coordenador do departamento de Valoração e Aconselhamento Geral da CBRE no Rio de Janeiro.

Estas mudanças também afetaram as indústrias instaladas no bairro. “Estas mudanças urbanísticas, juntamente às restrições de circulação de caminhões e melhorias viárias do entorno, dificultaram muitas operações industriais, levando-as a se relocalizarem em bairros mais periféricos e com menor adensamento construtivo populacional” – completa Gil.

Para Thais Osso Silva, Gerente do Departamento de Desenvolvimento da CBRE, outros empreendimentos ainda estão por vir. “A Operação Urbana Porto Maravilha influencia diretamente o bairro de São Cristóvão. Com todas as melhorias viárias e sua proximidade com o Centro, diversos incorporadores já adquiriram terrenos na região e projetam novos empreendimentos para o Bairro.”

“Diante dos acontecimentos recentes, São Cristóvão vem se transformando em um novo bairro, com perfil residencial e potencial de atrair uma população que busca proximidade e facilidade de acesso ao centro, além de excelente infra-estrutura”, conclui Thais.


Quer saber mais sobre as oportunidades no bairro de São Cristóvão? Entre em contato com o Departamento de Desenvolvimento da CBRE no Rio de Janeiro pelo e-mail consultoria@cbre.com.br ou pelo telefone 21 2543-4345

Share:

Deixar uma resposta